fbpx

O QUE É O PENSAMENTO

23/10/2020

Você costuma prestar atenção aos comportamentos da sua mente? Sim, eu sei, de maneira geral nós nunca paramos para analisar a nossa mente. No máximo quando estamos em situações estremas, que chegam a prejudicar a nossa saúde ou a nossa paz como uma depressão, ansiedade extrema, mente agitada, compulsões alimentares ou qualquer outra perturbação na mente procuramos por ajuda. Buscar a ajuda de especialistas pode ser muito efetivo, mas em muitos casos é apenas confortador e pode ser até prejudicial. Isso porque delegar a investigação, conhecimento e gestão da sua mente fará com que você adote uma atitude passiva em relação a si próprio(a) sendo que o ideal é sempre nos conhecermos e sabermos lidar conosco mesmos. Pois, ninguém jamais poderá transformar sua condição atual, somente você mesmo(a). Outras pessoas podem sim ser um gatilho de percepção ou conhecimento que precisávamos. Mas o trabalho de colocar a não na massa e transformar o indesejado no desejado, é sempre nosso.

Portanto vamos lá, vamos começar a nos conhecer pelo início, por onde nasce a nossa realidade existencial: o pensamento.

De maneira geral pensamos que o pensamento é algo pouco importante, que simplesmente está aí, algo que não pode nos alcançar, algo inofensivo, mas não se engane, o pensamento não é algo inofensivo e simplesmente não podemos ficar indiferente a ele. Muito pelo contrário, qualquer pensamento que surja, por mais inofensivo que pareça, afeta você. Vamos fazer uma experiência para constatar isso: pense em algo bom como alguém te dizendo uma coisa boa e sorrindo para você. Agora note como se sente. Provavelmente você sentiu contentamento e se alegrou. Certo?! Maravilhoso, fique com isso. Da mesma forma se você pensar algo como alguém sendo agressivo com você se sentirá muito desconfortável, mas não precisamos fazer esta experiência. Um ponto básico em relação a lidar com nossa mente é saber escolher o tipo de informação e influência que desejamos ter em nossa mente, e ter um pensamento ‘positivo’ conscientemente ou inconscientemente é melhor do que ter um pensamento negativo sempre!   Isso prova que o pensamento não é inofensivo, que o pensamento afeta você seja de forma positiva ou negativa, este já é um excelente passo, mas precisamos de muito mais que isso termos uma mente de fato saudável. Portanto vamos adiante.

É importante também deixar claro que o pensamento é um tipo de energia e é exatamente por este motivo eu ele afeta você positivamente ou negativamente, construtivamente ou destrutivamente, e claro, se afeta você, da mesma forma, afetará todo seu entorno, tudo aquilo que você cria, como as suas relações e escolhas seja na vida pessoal ou profissional. Portanto devemos ser muito responsáveis em relação às influencias de pensamentos com as quais nos identificamos, pois, toda nossa existência será afetada e direcionada pelos pensamentos com os quais nos identificamos por mais simples ou inofensivo que aquele pensamento pareça.

O pensamento não é seu. Este é um ponto bastante importante de nos esclarecermos. De maneira geral dizemos eu pensei, ele ou ela pensa, mas note que na verdade o pensamento simplesmente acontece na sua mente, está lá disponível de alguma forma, e é você que, por uma questão de hábito, se IDENTIFICA com ele.  Se você apenas notar o pensamento que surge, observar que ocorreu um pensamento e desviar sua atenção, ele simplesmente deixará de estar presente, NÃO SERÁ SEU porque você simplesmente não está IDENTIFICADO(A) com ele. Claro que aqui surge uma questão importante: gostamos de estar identificados com pensamentos agradáveis e este tema foi explorado no parágrafo acima. Entretanto devemos perceber que quando nos identificamos com um pensamento agradável estamos condicionando a nossa mente a se identificar, a se agarrar a pensamentos. Simples assim! e isso não acontecerá apenas em relação aos pensamentos agradáveis, na primeira oportunidade, Zap! seremos possuídos por pensamentos extremamente indesejáveis e prejudiciais a nós e ao nosso entorno. Mas vamos seguir em frente, falaremos da identificação e do apego aos pensamentos em um artigo dedicado a este tema muito importante.

Outro ponto importante é que VOCÊ NÃO PODE CONTROLAR OS PENSAMENTOS. Este é ultimo aspecto que vou tratar neste artigo, mas não menos importante. Os pensamentos simplesmente vêm e vão, como eu já disse não são seus, e também não poderão ser controlados por você. Mas você deve estar se perguntando, mas Janaína e este pensamento que está agora na minha mente? Ele não está na sua mente, como eu já disse antes, você está identificado(a) com este pensamento. Os pensamentos sempre virão e irão, se você não se identificar com eles nada acontecerá você permanecerá em paz. Mas acreditamos que poderemos controla-los que vamos julgar uma pessoa inofensivamente, algo como – o meu cabelo é mais bonito eu o dela – e que isso não tornará a nossa mente obcecada por ter um cabelo mais bonito e julgar todos os cabelos que aparecem. Percebe? Um inofensivo pensamento e você ficou preso(a) numa teia sem fim de pensamentos. Como pensamento é energia uma gigantesca parte da sua energia será dispensada nessa direção. Você vai gerar mais pensamentos sobre cabelo, vai trabalhar para gastar quantias exorbitantes para ter acesso aos melhores produtos e profissionais e vai gastar horas cuidando do seu cabelo sem nunca ter tempo para meditar por exemplo. Enfim, não podemos controlar os pensamentos porque não possuímos um nível elevado de consciência, na medida que nos envolvemos com qualquer pensamento uma rede infindável de influencias, tendo como base aquele pensamento começa a ser construída, e nem mesmo temos consciência de que isto está acontecendo. Vamos sendo influenciados por estas redes e construímos uma realidade muitas vezes indesejada sem nos darmos conta.

Até aqui acredito que você tenha um bom nível de informação para compreender como o pensamento pode afetar a sua mente e sua existência de várias maneiras, e também sobre a importância de sermos responsáveis em relação aos pensamentos. Compreenda que tudo o que você pode fazer em relação aos pensamentos é aprender a tornar-se consciente deles e evitar se identificar com eles. Somente este treinamento de mente vai ajudar você a criar a sua realidade conscientemente. Para treinar sua mente neste sentido só existe uma e única forma: A meditação.  Isso porque partir da meditação descobrimos nossa natureza e também a natureza dos pensamentos, mas isso é também é assunto para um próximo artigo.

Total:
PortugueseEnglishSpanishGerman
X
X
X
X
X